Milão: Roteiro para 1, 2, 3 e 4 dias de viagem.

DSC04056_edt

Tal como mencionei no último artigo, Milão é uma cidade onde os principais pontos turísticos estão concentrados no centro histórico pelo que é relativamente fácil visitar a Capital da Moda.

Recomendo, no mínimo, 3 dias de forma a conseguires ter uma experiência completa e que sintas o espírito que se vive nesta cidade.

Neste artigo, irei apresentar-te opções de roteiro para 1, 2, 3 e 4 dias de viagem, bem como disponibilizar um roteiro completo para 4 dias de viagem em Milão e as melhores dicas! Aproveita!

ROTEIRO DE 1 DIA EM MILÃO

Obviamente que a 1ª paragem não podia ser outra: Praça Duomo.

É precisamente no meio desta praça que fica a maior atração turística de Milão, a famosa Catedral de Milão (Duomo di Milano). Além de ser uma das catedrais mais conhecidas em Itália, é também a 5ª maior igreja Católica do mundo. Possui 157 metros de comprimento, perto de 12.000 metros quadrados e espaço para mais de 40.000 pessoas, sendo que a sua construção durou mais de 400 anos. Inacreditável! É constituída ainda por 3.400 estátuas, 135 gárgulas e 700 gravuras.

Não percas a oportunidade de subir aos terraços desta famosa catedral, de visitar a área arqueológica, o terraço e ainda o museu.

Recomendo comprares o ingresso online e investires um pouco e fazeres a visita com um guia, de forma a perceberes um pouco do contexto e da história por detrás deste grande monumento.

Os preços variam consoante o que pretendes visitar, sendo eles:

  • Bilhete para Adultos (Catedral, Museu & Área arqueológica) – 10,00€
  • Bilhete reduzido (Catedral, Museu & Área arqueológica) – 4,00€
  • Bilhete para Adultos (Catedral, Museu, Área arqueológica & Terraço) – 20,00€
  • Bilhete reduzido (Catedral, Museu, Área arqueológica & Terraço) – 9,00€

Também encontram as seguintes opções:

Catedral e Museu
Adultos: 2€
Menores de 6 anos: entrada gratuita.
Área arqueológica
Adultos: 4€.
Menores de 26 anos: 2€
Terraço
Elevador: 13€ (adultos) e 7€ (crianças de 6-12 anos).
Escada: 8€ (adultos) e 4€ (crianças de 6-12 anos).
Acesso gratuito para crianças até 6 anos.

No meu caso, reservei através da agência Civitatis. Escolhi um pacote que me desse acesso a tudo (Catedral, Museu, área arqueológica e terraço) e ainda um guia (em inglês ou espanhol).

Para finalizar este dia em grande, aproveita para visitar a Galeria Vittorio Emanuele II – o 2º monumento mais popular em Milão e de igual forma conhecido pelos 4 cantos do mundo.

O acesso é gratuito e esta galeria é ocupada por lojas de grande nome e restaurantes extremamente bons, mas também pouco económicos.

Irás surpreender-te pela belíssima arquitetura e design desta galeria, bem como pelas cores incríveis e a abóbada de vidro que possui.

2º DIA EM MILÃO

Para este 2º dia, sugiro que comeces no Cemitério Monumental de Milão.

Provavelmente deves estar a pensar que sou maluco e que quero que comeces o teu dia da pior forma possível, mas acredita que este cemitério não é como qualquer outro. Possui imensas particularidades e é de uma beleza extrema! Apesar de possuir um conotação negativa, foi o cemitério mais bonito que visitei em toda a minha vida!

 Este cemitério destaca-se pelo grande número de lápides de alto nível artístico que possui, por ter um terreno com mais de 250.000 metros quadrados, e apresentar uma ampla gama de esculturas italianas e templos gregos.

Assim que chegares encontrarás, na entrada principal, uma espécie de “hall da fama”, onde estão as lápides de alguns dos cidadãos mais importantes de Itália.

A entrada é gratuita e está aberto de 3ª a domingo das 8h às 18h, sendo que a última entrada é por volta das 17h15/17h30.

De seguida, aproveita para visitar a o Teatro Alla Scala.

É caracterizado por ser um dos teatros de ópera mais famosos do mundo. Apesar de contemplar um sóbrio aspeto exterior, não deixa ninguém indiferente com a sua história e tamanha beleza no seu interior.

Dentro do teatro encontrarás um museu que é composto por uma grande coleção de pinturas, bustos, roupas e diferentes elementos relacionados com o mundo da ópera.

Para os adultos o preço é de 7€, estudantes e maiores de 65 anos apenas pagam 5€ e para os menores de 12 anos a entrada é gratuita. Está aberto todos os dias das 9h às 17h30.

Faz uma pequena paragem para comeres algo e prepara-te para explorares um dos bairros mais lindos de Milão, o Bairro de Brera.

Cada esquina, cada rua, cada edifício … são uma obra de arte! Parece um bairro totalmente planeado e desenhado à mão.

Deixa-te perder pela magia deste bairro, explora a pé e sem pressas e, só assim, conseguirás sentir o verdadeiro e único espírito que o bairro tem para oferecer. Nele, localiza-se a Pinoteca de Brera onde estão expostas obras como “O Beijo”, “Casamento da Virgem de Raffaello Sanzio” e o “Lamento sobre Cristo Morto”.

A entrada para os adultos é 12€, para jovens entre 18 e 25 anos da UE é apenas 8€ e menores de 18 anos têm entrada gratuita.
A entrada é gratuita para todos os visitantes no primeiro domingo de cada mês.

Por último, visitem o famoso Bosco Verticale.

São dois prédios constituídos por árvores e plantas em que o objetivo principal é o re-florestamento urbano, contribuindo para a regeneração do meio ambiente e para a biodiversidade urbana. Desta forma, favorece o isolamento acústico, a diminuição da temperatura nos meses mais quentes, contribui para um aumento da luminosidade durante os meses de inverno e atrai várias espécies de aves, promovendo a biodiversidade e a fauna envolvente.

Em 2015 foi reconhecido como “o melhor edifício em altura do Mundo” pelo Council on Tall Buildings and Urban Habitat.

3º DIA EM MILÃO

O Castelo de Sforzesco faz parte de um pontos turísticos mais visitados de Milão. Inicialmente, este foi construído como fortaleza em 1368. Apesar de ter sido gravemente danificado ao longo dos anos, a reconstrução e remodelação do Castelo tornou-se único aos olhos dos habitantes desta cidade bem como pelos turistas. Foi apenas em 2005 que foram finalizados os últimos trabalhos de restauração da zona do curral e nas salas do castelo.

Os seus inúmeros museus são a tração turística predileta dos viajantes amantes de arte. O mais famoso e frequentado é o Museu de Arte Antiga, situado na Corte Ducal. É nele que poderás admirar uma das poucas obras que Da Vinci deixou em Milão: a Sala delle Asse.

Para além deste museu, o Castelo possui ainda outros museus de variadas áreas, tais como:

  • Pinacoteca;
  • Museu Egípcio;
  • Museu da Pré-história e Proto-história;
  • Museu de Artes Decorativas;
  • Museu de Instrumentos Musicais;
  • Museu do Móvel.

Localização:

Piazza Castello, 3

Horário:

  • Castelo: Todos os dias, das 7:00 às 19:30 horas.
  • Museu: De terça a domingo, das 9:00 às 17:30 horas.

Preçário:

A entrada no Castelo é gratuita. A visita aos museus depende de quantos pretendem visitar, sendo que a entrada geral começa nos 10€.

No meu caso e, por opção própria e gestão de tempo, optei apenas por entrar no Castelo e não visitar os museus. No entanto, caso tenhas a oportunidade e tempo para o fazer, recomendo imenso.

Localizado bem próximo do Castelo encontra-se o Parque Sampione. Este parque possui mais de 47 hectares no qual podes encontrar bastantes zonas verdes e um agradável lago artificial que funciona como lar para alguns patos.

O ambiente do parque transmitiu-me uma vibe tão relaxante e tranquilizante que acabei por dormir uma sesta de 2 horas no mesmo, ups!

Após uma caminhada de 10 minutos pelo parque cheguei ao Arco della Pace (Arco da Paz). A construção foi apenas concluída em 1838 e teve como objetivo principal comemorar as vitórias napoleónicas.

Para acabar este dia em grande, sugerimos que visites a Igreja Santa Maria delle Grazie. Esta igreja foi construída entre 1463 e 1482 e possui um estilo gótico.

A Última Ceia de Leonardo da Vinci é uma das obras mais famosas por todo o mundo. Encontra-se exposta na parede da sala de almoço do antigo convento dominicano, ao lado da Igreja de Santa Maria delle Grazie.

Em tempos de pandemia, a visita só é possível ser realizada através da marcação e compra dos bilhetes via online.

GARANTE AQUI O TEU INGRESSO PARA VISITARES A ÚLTIMA CEIA.

4º DIA EM MILÃO

Para este dia recomendamos que comeces a tua visita no Quadrilátero da moda.

O quadrilátero da moda é o bairro que abriga lojas das principais marcas de luxo italianas e mundiais (Gucci, Armani, Versace, Dolce & Gabbana, Tiffany & Co, Dior, Chanel, Moschino, Louis Vuitton, Valentino e muito mais)  e, como é de esperar, é o primeiro a receber as novas tendências da moda. É sem dúvida uma das regiões mais frequentadas pelos turistas, tanto pelos que vêm a Milão, única e exclusivamente, para fazer compras, quanto por aqueles que só querem conhecer aquele cantinho de glamour da cidade.

A vantagem para nós viajantes é que o quadrilátero está relativamente perto de algumas das mais importantes atrações da cidade, como: o Duomo e a Galeria Vittorio Emanuelle II.

Mesmo que no teu orçamento não esteja destinado às comprinhas na Louis Vuitton ou na Cartier, vale sempre a pena conhecer as do Quadrilátero da Moda nem que seja para contemplar as vitrines e tirar algumas fotos.

Depois de visitares este ponto turístico é hora de relaxares um pouco num dos bairros mais conhecidos de Milão.

O bairro Navigli tem como principais características a juventude e a “open mind”, atualmente é dos bairros mais divertidos de Milão. É alternativo, é o bairro dos punks, dos góticos, dos gays e entre outros e, claro dos turistas.

A acrescentar, o Canal de Navigli é o canal mais antigo da cidade, que começou a ser construído no século XII.

Durante o dia, vais conseguir visitar os mercados locais, as galerias de arte, as lojas de artesanato, as livrarias, assim como admirar os prédios mais antigos e as pontes dos canais.

À noite este bairro ganha uma vida extra, sendo dos bairros mais movimentados da cidade. Aqui vais ter a oportunidade de aproveitares os melhores bares e restaurantes.

Meninas, esqueçam o salto alto! A maior parte do percurso é irregular, com muitos desníveis no meio, não deixem que isso atrapalhe a vossa viagem. Ahhh, e levem repelente, principalmente se a tua viagem se realizar na primavera, é fundamental! A única coisa que queremos afastar neste bairro são os insetos chatos!

Deixamos aqui o roteiro em pdf bem como algumas dicas extras, aproveita!

Esperemos que este roteiro seja útil uma futura visita Milão e que desfrutes desta cidade tanto quanto eu (Diogo).

Boas Viagens!

OPORTUNIDADES

Subscreve a newsletter e recebe um E-book gratuito com com mais de 20 páginas cheias de conteúdo. Desde dicas, truques e segredos para encontrar voos baratos!

SESSÃO ZERO

30 minutos de consultoria gratuita

CONSULTORIA DE VIAGEM

DESCONTOS
LINKS ÚTEIS

Artigos relacionados

Subscreve a newsletter e recebe um E-book gratuito com 8 dicas de fotografia para viagens apenas com o telemóvel.